Por que os cristãos não precisam de “guerras santas”

De 2005 a 2010, moramos em Budapeste, Hungria, fazendo trabalho cristão. Quando voltamos para uma visita este ano, renovei meu apreço pela família de Deus. Se amarmos o Senhor, teremos famílias de todos os países, grupos étnicos e estilos de vida (Apocalipse 7:9-10; 1 João 3:2).

O Espírito de Deus transmite as mesmas mensagens aos crentes em todo o mundo (Atos 1:8; Romanos 8:14-16).

Sou lembrada disso regularmente quando recebo um e-mail ou comentário de leitores do Bible Love Notes de países de língua inglesa, como Reino Unido, África do Sul, Quênia, Filipinas, etc.

E minha “família” de tradutores de Notas de Amor Bíblicas me lembra que os cristãos húngaros, sérvios, espanhóis, brasileiros, telugu, holandeses e vietnamitas têm o mesmo amor por Deus e por Sua Palavra que os cristãos de língua inglesa.

Nossa conexão familiar não é limitada pelo idioma ou país de origem. Na verdade, este ano, enquanto estive em Budapeste, conheci dois dos meus irmãos que encontraram Jesus em campos de refugiados na Hungria, um do Afeganistão e outro do Iraque. O amor deles por nosso Senhor era poderoso e seus sacrifícios por Cristo mudaram vidas.

Esta é uma prova maravilhosa de que nosso Deus é o único Deus verdadeiro.

Não precisamos de jihads sagradas ou ameaças para levar as pessoas ao Senhor. Seu Espírito fala aos corações, e há provas de Sua natureza divina em todos os lugares (Romanos 1:20).

Notas de Amor na Bíblia

Usado com Permissão de 1-Minute Bible Love Notes

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O ponto crucial do pecado: EU

Reconhecendo nosso inimigo

Se alguém perguntar por que os cristãos são hipócritas, compartilhe estas 5 verdades